Quais são os passos para reivindicar uma indenização?

Os passos para reivindicar uma indenização através da Resolvvi são:     


Verificação de elegibilidade: Antes de iniciar o cadastro de sua reivindicação, o usuário precisa verificar se o seu caso é elegível a uma indenização. A verificação é feita conforme o usuário responde a algumas perguntas sobre o problema sofrido e leva cerca de 3 minutos.     


Detalhes do voo: Para tratarmos cada caso da melhor forma possível, o usuário deve responder a algumas perguntas simples sobre o seu voo, além de descrever a situação vivida e possíveis agravantes como gastos extras, compromissos perdidos, situação de saúde especial, dentre outros.

     

Provas: Para casos de problemas com voos, é necessário algum comprovante de que o passageiro embarcou ou embarcaria no voo, como foto do cartão de embarque ou “print” do e-mail de compra ou de check-in. Para casos de extravio de bagagem, é necessário que o usuário envie o Registro de Irregularidade de Bagagem (RIB), feito de forma simples no aeroporto, ou um Boletim de Ocorrência (BO), que pode ser feito online.    


Dados do passageiro: As informações do usuário são necessárias para gerar e assinar os documentos exigidos legalmente para seguir com o pedido de indenização. A segurança dos dados dos usuários é nossa prioridade, e serão utilizados somente para reivindicar a indenização do passageiro.    


Assinatura digital: São gerados automaticamente o contrato de honorários, formalizando o compromisso de pagar a taxa de serviço de 35% do valor da indenização recebida, e a procuração, que permite à Resolvvi representar e buscar a indenização para o passageiro. A assinatura dos documentos é realizada digitalmente e é válida judicialmente.    


Documentos pessoais: Os documentos pessoais necessários para entrar com um pedido de indenização são documento de identidade com foto e comprovante de residência. A apresentação dos documentos pessoais é exigência tanto das companhias aéreas para realizarem o acordo, como da justiça nos casos em que realiza-se um pedido de indenização judicial.


Quer descobrir se você tem direito a uma indenização?

Descubra aqui agora!

Este artigo foi útil?

Que bom!

Obrigado pelo seu feedback

Desculpe! Não conseguimos ajudar você

Obrigado pelo seu feedback

Podemos ajudar com algumas dicas para melhorar este artigo!

Selecione pelo menos um dos motivos

Feedback enviado

Agradecemos seu esforço e tentaremos corrigir o artigo